TERMINA O CURSO DE MONITORAMENTO DE QUELÔNIOS REALIZADO PELO ICMBio, IPÊ, GIZ E FUNDAÇÃO MOORE COM A COLABORAÇÃO DO PROJETO PÉ-DE-PINCHA E PARCEIROS

  No dia 12 de agosto de 2014 terminou o Curso de Monitoramento Participativo de Quelônios Aquáticos em Unidades de Conservação no Parque Nacional do Jaú com a entrega de certificados aos 38 participantes. Este curso faz parte de uma etapa fundamental dentro de uma iniciativa maior do ICMBio no âmbito do Programa de Monitoramento in situ da Biodiversidade, e contou para sua realização com o apoio do IPÊ, Fundação MOORE, GIZ e ARPA, além da colaboração fundamental dos Parceiros como o Centro Estadual de Unidades de Conservação (CEUC), o Projeto Pé-de-pincha, a WCS, o projeto Tartarugas da Amazônia, a Fundação Vitória Amazônica e o Centro Nacional de Conservação e Manejo de Répteis e Anfíbios (RAN).O curso foi realizado no período de 8 a 12 de agosto e teve a participação de comunitários do PARNA Jaú, Resex Unini e Parque Estadual Rio Negro Setor Norte. A equipe do Projeto Pé-de-pincha formada pelo Professor Paulo Andrade e pelos coordenadores de campo Carlos Dias, Hálice Paulene G.Souza, Jonathas Nascimento e Liriann C.N.da Silva realizaram aulas teóricas e práticas sobre conservação de quelônios aquáticos, falando sobre como são feitos os trabalhos de proteção e monitoramento das praias onde reproduzem esses animais e como é feita a captura, marcação e biometria dos bichos de casco para estudos de população. A próxima atividade será o curso de monitores de praia para os comunitários do PAREST Rio Negro que está prevista para o dia 25 de setembro com a colaboração do Projeto Pé-de-pincha. O Projeto Pé-de-pincha recebe o patrocínio da Petrobras, através de seus programas sócioambientais."

Compartilhe com seus amigos!

Onde estamos

Parceiros

Pinchinha